O Google anunciou recentemente que está implementando uma série de mudanças em seus algoritmos para acabar com os spams nos resultados de buscas. Uma grande parte de sites legítimos são hackeados por spammers e usados para distribuir malwares e vírus, promoções de vendas de medicamentos ilegais ou para levar tráfego para sites de baixa qualidade, sites de pornografia entre outros.

Os sites que não implementam as boas práticas de segurança recomendadas por ele e especialistas podem sofrer esses ataques com uma certa facilidade. Esses ataques podem incluir sites governamentais, de universidades, de grandes empresas, e-commerces, restaurantes, etc. Spammers e hackers buscam esses tipos de sites e inserem um conteúdo malicioso para conseguirem melhores posicionamentos ou para melhorarem seus tráfegos orgânicos.

O Google então lançou uma iniciativa um pouco agressiva contra spam em sites web para proteger seus usuários, webmasters e proprietários de marcas.

Essa mudança pode impactar até 5% das queries, dependendo da linguagem (PT, EN, etc). Com essa mudança, os usuários irão perceber que algumas pesquisas irão retornar apenas os resultados mais relevantes, podendo reduzir a quantidade de resultados das páginas de pesquisas.

Essa situação se deve a alta quantidade de spam que o Google tem eliminado e está previsto que tende a melhorar no futuro.

We are continuing tuning our systems to weed out the bad content while retaining the organic, legitimate results.

Fonte: An update on how we tackle hacked spam